Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ditador da Nicarágua chama opositores que prendeu de 'agentes' dos EUA

No poder desde 2007, Daniel Ortega alegou que os mais de 20 detidos, entre eles 5 pré-candidatos à Presidência, são 'agentes do império ianque' que 'conspiram' para derrubar seu governo
Ditador da Nicarágua chama opositores que prendeu de agentes dos EUA
Foto: Cancillería del Ecuador, Flickr

Daniel Ortega, o ditador da Nicarágua, reapareceu em público na quarta (23) depois de um mês e cinco dias para defender a onda repressiva que levou à prisão de mais de 20 opositores de seu governo.

A lista dos detidos inclui jornalistas, empresários e cinco pré-candidatos da oposição à Presidência, incluindo a principal, Cristina Chamorro.

Em discurso transmitido pela TV, Ortega, no poder desde 2007, alegou que os presos são todos “criminosos” que atentaram “contra a segurança do país” e —lá vem o clichê latino-americano— “agentes do império ianque”, que “conspiram contra a Nicarágua para derrubar o governo”.

A cinco meses da data prevista para as eleições, as prisões aumentaram a condenação internacional contra a ditadura nicaraguense.

Também na quarta, informa O Globo, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos denunciou perante a OEA uma “nova fase de repressão” na Nicarágua e pediu à Corte Interamericana de Direitos Humanos que proteja quatro opositores em “extrema situação de risco”.

Não custa lembrar que, para o PT, trata-se de autoritarismo “do bem”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO