'Dr. Cloroquina' é denunciado na França e pode perder registro

Dr. Cloroquina é denunciado na França e pode perder registro

O médico e professor francês Didier Raoult, o ‘Dr. Cloroquina’, é alvo de de denúncia de colegas médicos e pode perder o registro.

A denúncia foi revelada nesta quarta-feira (2) pelo jornal Le Figaro. Um grupo representando 500 especialistas da Sociedade de Patologias Infecciosas em Língua Francesa (SPILF) enviou em julho reclamação contra Raoult na Ordem de Médicos nacional, acusando-de de violar nove regras do código de ética médica.

A denúncia condena a recomendação de uso off-label da hidroxicloroquina para COVID-19 “sem qualquer evidência científica real sobre o assunto, e contra as recomendações das autoridades de saúde”.

Uma porta-voz da Ordem de Médicos francesa confirmou à AFP nesta quinta-feira (3) que a denúncia existe, mas informou que não faria comentários antes da conclusão do processo.

A assesssoria de imprensa do Hospital Universitário de Marselha, chefiado por Didier Raoult, não quis comentar.

Leia também:

Damares sugere Disque 100 para denunciar falta de cloroquina

R$ 18 milhões gastos com cloroquina e outros remédios sem eficácia comprovada

STF começa a julgar no dia 4 se Bolsonaro pode recomendar cloroquina

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 74 comentários
TOPO