“É como assistir duzentas vezes ao filme Casablanca esperando final diferente”

O congelamento de preços imposto na Argentina pelo presidente Alberto Fernández provocou escassez de alguns alimentos e desabastecimentos em mercados.

O economista argentino Roberto Cachanosky resumiu para a Folha:

“É como se insistíssemos em políticas que sabemos que vão acabar mal, achando que por uma vez vai acabar bem. Ou seja, ver duzentas vezes o filme ‘Casablanca’, esperando que o final seja diferente, embora conheçamos o final de cabeça. Se você toma essas medidas, congelamento, emissão monetária, você tem inflação depois.”

Leia mais: Exclusivo: segundo Marcelo Odebrecht, a empreiteira chegou a “pagar caro” a um escritório autorizado por Toffoli para “intermediar” a relação entre eles
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 76 comentários
TOPO