...E o vento levou Trump

…E o vento levou Trump
Reprodução

O republicano Price Wallace, deputado estadual no Mississippi, defendeu nas redes sociais que seu estado, no sul dos EUA, se separe do resto do país após a derrota de Donald Trump nas últimas eleições, informa o Washington Post.

No tuíte –publicado no fim de semana e depois apagado–, Wallace defendeu que o estado formasse “seu próprio país”.

O deputado também cometeu um erro de grafia em inglês: em vez de “secede” (separar-se, promover a secessão), seu tuíte dizia “succeed” (ter sucesso), sem intenção aparente de trocadilho.

O jornal americano relata que, embora um número pequeno, mas crescente, de políticos republicanos tenha cumprimentado Biden pela vitória, a maioria dos partidários de Trump no Mississippi apoia os esforços do presidente para contestar a derrota mesmo sem prova nenhuma de fraude.

Se a “Guerra de Secessão” trumpista produzir seu “…E o Vento Levou”, tudo indica que será um fracasso de bilheteria.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
TOPO