A eleição no México e os tentáculos da Odebrecht

O esquerdista Andrés Manuel López Obrador, que ganhou ontem a eleição presidencial no México, afirmou que “erradicar a corrupção e a impunidade” será sua missão principal.

Segundo a BBC Brasil, o discurso reflete uma campanha presidencial marcada por denúncias contra a Odebrecht –sim, lá também.

Em 2016, a Lava Jato brasileira já revelara o pagamento ilícito de US$ 10,5 milhões pela Odebrecht no México.

Em outro caso, autoridades investigam um contrato de abastecimento de gás etano assinado no mesmo ano entre a Pemex (a “Petrobras do México”) e o consórcio entre a Braskem –controlada pela Odebrecht– e a mexicana Idesa.

O rombo estimado nas contas da petrolífera estatal, só nos dez primeiros meses da vigência do acordo, é estimado em US$ 98 milhões.

Comentários

  • Marcelo -

    Adoro povo. Ainda não estão com saudades dos tentáculos? Preferem por exemplo os tentaculos da LyonDellBasel? Brasileiro é tão tolinho...

  • Democracia -

    Este velhinho ateu materialista marxista guerrilheiro de extrema esquerda vai DETONAR o México em poucos anos. Eu conheço muitos servidores do BANCO CENTRAL do México, doutores em economia nos EUA do mais alto nível. Espero que as elites do México promovam o impeachement deste LOUCO imediatamente.

  • os -

    como é que os setores de bem da sociedade não se juntaram para barrar essa desgraça? como é que pode? crise migratoria de mexicanos assim como fizeram na europa (e ainda culpar trump), cartéis de drogas dominando todo o continente, dinheiro mexicano de corrupção financiando esquerdopatas

Ler 34 comentários