Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Embaixada contesta Bolsonaro sobre suposto pedido de Boris Johnson

Segundo diplomatas britânicos, o primeiro-ministro não pediu um "acordo emergencial" para a importação de alimentos brasileiros
Embaixada contesta Bolsonaro sobre suposto pedido de Boris Johnson
Foto: Alan Santos/PR

A embaixada britânica no Brasil contestou nesta sexta-feira (24) o relato de Jair Bolsonaro sobre o encontro com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, em Nova York, diz o Infomoney.

Na live de ontem, o presidente afirmou o que premiê pediu um “acordo emergencial” para a importação de alimentos do Brasil que estariam em falta na Inglaterra.

Ele quer um acordo emergencial conosco para importar algum tipo de mantimento nosso que está em falta na Inglaterra. Então, a inflação veio para todo mundo depois do ‘fique em casa, a economia a gente vê depois’, e alguns países estão com falta de alimento. Essa batata eu já passei lá para a dona Tereza Cristina“, disse Bolsonaro.

Segundo a embaixada do Reino Unido, a fala do presidente não corresponde ao que diplomatas do país descrevem sobre o encontro.

Bolsonaro não informou a qual produto Johnson se referiu. O Palácio do Planalto ainda não respondeu.

O presidente brasileiro ainda afirmou que, na reunião com Johnson ocorrida em Nova York, o premiê também teria pedido a liberação da entrada no Brasil de uísque do Reino Unido.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO