ACESSE

Embaixador dos EUA defende manifestação de Eduardo Bolsonaro sobre eleição americana

Telegram

O embaixador dos EUA em Brasília, Todd Chapman, defendeu Eduardo Bolsonaro das críticas que lhe foram feitas por Eliot Engel, o presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara americana, informa O Globo.

Engel, que é democrata –e, portanto, se opõe a Donald Trump–, atacou o filho 03 de Jair Bolsonaro por seu apoio à reeleição do presidente americano. “Já vimos esse manual antes. É vergonhoso e inaceitável. A família Bolsonaro precisa ficar de fora das eleições nos EUA”, escreveu o congressista americano.

Para Chapman, o deputado brasileiro está apenas exercendo sua liberdade de expressão.

“Eu sou um grande defensor da liberdade de expressão. Todos têm a habilidade de falar a quem eles estão pró e contra como quiserem, e não vou dizer para alguém que não deve falar bem ou mal do meu presidente”, declarou o embaixador.

Questionado se ficaria incomodado se Vladimir Putin dissesse publicamente que torce para Trump, Chapman respondeu que nem gostaria de falar “sobre o senhor Putin nem sobre outros líderes autoritários no mundo”.

“Eu defendo o direito de expressão, e vou defender até daqueles que falam contra mim.”

Leia mais: Por que 'Gilmar não vai derrubar Bolsonaro'

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários