Empresa de urnas Dominion processa Giuliani e pede US$ 1,3 bilhão

Empresa de urnas Dominion processa Giuliani e pede US$ 1,3 bilhão
Reprodução/C-SPAN

A Dominion Voting Systems, empresa canadense que fabrica equipamentos e programas de votação, entrou com processo nesta segunda (25) contra o ex-prefeito Rudy Giuliani. A reportagem é da NPR.

A empresa pediu à Justiça Federal em Washington US$ 1,3 bilhão em indenização pelo que chamou de “campanha viral de desinformação”, alegando que o advogado da campanha de Trump em 2020 fez acusações falsas de que a empresa participou de fraude.

Os advogado da empresa destacaram que, embora Giuliani tenha feito várias acusações contra a Dominion em declarações à imprensa, ele não o fez ao representar a campanha de Trump perante à Justiça Federal na Pensilvânia, onde estaria sujeito a sanções por mentir.

“Notavelmente, embora máquinas da Dominion tenham sido usadas na Pensilvânia na eleição de 2020, a denúncia da Campanha Trump não incluiu quaisquer alegações sobre a Dominion”, diz a petição da empresa.

No começo do mês, a empresa já havia processado a também advogada Sidney Powell por motivo semelhante e pelo mesmo valor.

Durante a eleição, Sidney Powell e Rudy Giuliani eram entrevistados com frequência pela Fox News.

Leia mais: O impeachment de Bolsonaro entra na agenda.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO