Enquanto isso, no Peru…

O Ministério Público peruano abriu sua terceira investigação sobre Keiko Fujimori, filha do ex-ditador Alberto e líder da oposição no país.

O motivo é uma anotação no celular de Marcelo Odebrecht, na qual o dono da empreiteira escreveu: “Aumentar Keiko para 500 e fazer visita”.

A filha de Fujimori disputou a eleição presidencial em 2011. Foi derrotada por Ollanta Humala, hoje preso sob acusação de envolvimento com o esquema da empreiteira.

 

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. A Odebrecht era o Foro de São Paulo disfarçado de empreiteira.
    Dá até para duvidar se Marcelo Odebrecht era realmente o chefe daquela joça.
    Esse esquemão internacional de corrupção tem a cara do Lula, que por sua vez era filho adotivo de Emílio.

  2. Ler mais 2 comentários
    1. A Odebrecht era o Foro de São Paulo disfarçado de empreiteira.
      Dá até para duvidar se Marcelo Odebrecht era realmente o chefe daquela joça.
      Esse esquemão internacional de corrupção tem a cara do Lula, que por sua vez era filho adotivo de Emílio.

    2. FORA PT MALDITO

      ME AJUDA AI

      PT ALEM DA ROUBALHEIRA AQUI AINDA EXPORTOU .. ME AJUDA AI AINDABEM QESTE PARTIDECO VIROU POEIRA LEVOU UMA SOVA NAS URNAS DE NORTE A SUL DE NOSSO PAIS

    3. LULALADRON mandando a ODEBRECHT dar dinheiro para a filha do ditador preso ALBERTO FUJIMORI.
      ESSE LULALADRON É UMA RUÍNA MORAL !

    Os comentários para essa notícia foram encerrados.