Estado Islâmico, de novo

As agências internacionais informam que as autoridades turcas consideram que o Estado Islâmico está por trás do atentado que matou 39 pessoas e feriu outras 65, na boate Reina, em Istambul.

Testemunhas afirmaram que o autor dos disparos falava árabe.

O Partido dos Trabalhadores do Curdistão, que coordena ações separatistas na Turquia, já negou relação com o massacre.

Faça o primeiro comentário