ACESSE

EUA acusam entidade por trabalho forçado de cubanos no Brasil

Telegram

Mike Pompeo, o secretário de Estado dos EUA, acusou a Opas (Organização Panamericana de Saúde) de facilitar o trabalho forçado de mais de 10 mil médicos cubanos no programa Mais Médicos, no Brasil.

“A Opas deve explicar como tornou-se o intermediário nesse esquema para explorar os trabalhadores médicos cubanos no Brasil. A Opas deve explicar como enviou US$ 1,3 bilhão para o regime assassino dos Castro”, disse Pompeo.

Leia AQUI a reportagem de Duda Teixeira na Crusoé.

Leia mais: Descubra o plano secreto (e baixo) de Cuba para eleger o PT.

Comentários

  • Maria -

    E ele tem razão...

  • Virgolino -

    Esse pessoal da esquerda sempre fala em transparência , simples é só tornar público as remessas!!

  • Eduardo -

    Nada sobre o desastre político produzido pelo “mito” Donald Trump. Importante é a Opas. Ah, Antagonista, quem não te conhece que te assine.

Ler 22 comentários