EUA anunciam sanções contra a Rússia

Os EUA acabam de anunciar, pela primeira vez desde que Donald Trump tomou posse, sanções contra a Rússia por interferência nas eleições de 2016 e por “ciberataques maliciosos”.

As punições foram anunciadas pelo secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, ao mesmo tempo em que os EUA se juntaram a Reino Unido, França e Alemanha em uma declaração condenando a Rússia pelo envenenamento de um ex-espião e de sua filha em território britânico.

Os alvos das sanções são cinco organizações russas e 19 pessoas, que terão seus bens congelados e não poderão viajar aos EUA nem fazer negócio com empresas americanas.

Entre elas estão o FSB –Serviço Federal de Segurança, o sucessor da KGB– e a GRU, o órgão de inteligência militar da Rússia.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 12 comentários
  1. ARMAS PARA POPULAÇÃO E POLÍTICOS ANDANDO PIANINHO!

    ESSA DEMOCRACIA CHAMADA CLEPTOCRACIA , ONDE SE ROUBA , NÃO SE PRENDE, NÃO SE PUNE BANDIDOS MAS PUNEM A POPULAÇÃO BRASILEIRA DEVE ACABAR!

    SÓ O FUZIL RESOLVE O BRASIL!

  2. Espantoso é assistir a serie Homeland na sua atual temporada (7) retratar com fidelidade quase que absoluta o real momento em que vivemos. (União Sovietica, Fake News , falsa bandeira etc…) e de como interesses escusos são usados para minar uma democracia….