Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

EUA impõem sanções à Nicarágua; ditadura deve deixar a OEA

Biden proibiu Ortega, primeira-dama e ministros de entrarem no país; dominado por ditador, Congresso aprova projeto que abre caminho para saída de entidade
EUA impõem sanções à Nicarágua; ditadura deve deixar a OEA
Foto: Cancillería del Ecuador, Flickr

Joe Biden proibiu nesta terça-feira (16) o ditador da Nicarágua, Daniel Ortega (foto), sua mulher e vice-presidente, Rosario Murillo, e diversos ministros e funcionários de Manágua de entrarem nos EUA, informam as agências internacionais.

A medida se soma a uma série de sanções recentes aplicadas por Washington contra autoridades e parentes de Ortega, “reeleito” para seu quarto mandato em uma eleição de fachada —com opositores presos e sem a presença de observadores internacionais— no início deste mês.

“A repressão e os abusos do governo de Ortega e de seus apoiadores exigem que os EUA ajam”, disse o presidente americano, que acusou os funcionários da ditadura de terem “violado os direitos humanos para punir manifestantes pacíficos”.

Também nesta terça, na capital nicaraguense, o Congresso —dominado pelo ditador— aprovou um projeto que na prática pode levar à saída do país da Organização dos Estados Americanos.

No sábado (13), conforme publicamos, a OEA afirmou em nota que a reeleição de Ortega careceu de “legitimidade democrática” e pediu a libertação de todos os candidatos e presos políticos. Congressistas fiéis à ditadura acusaram a entidade de intromissão nos “assuntos internos” do país.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....