ACESSE

EUA mandam fechar consulado chinês; Pequim prepara resposta

Telegram

O governo dos Estados Unidos determinou hoje o fechamento do consulado da China em Houston, no Texas.

O Departamento de Estado americano afirmou que a medida é necessária “para a propriedade intelectual americana e as informações privadas dos americanos”.

O pano de fundo da decisão é uma nova escalada da crise entre Pequim e Washington. Na terça-feira (21), o Departamento de Justiça dos EUA acusou dois hackers chineses de roubar informações sobre projetos de vacina contra a Covid-19.

“Os Estados Unidos não vão tolerar qualquer violação da nossa soberania, nem intimidação do nosso povo por parte da China, como tampouco toleramos as práticas comerciais injustas, o roubo dos empregos americanos e outros comportamentos. O presidente Trump insiste na justiça e na reciprocidade em nossas relações com a China”, afirmou a porta-voz Morgan Ortagus.

O porta-voz do Ministério de Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin, condenou a medida tomada pelo governo de Donald Trump.

“O fechamento unilateral do consulado geral da China em Houston dentro de um curto período de tempo é uma escalada sem precedentes de suas ações recentes contra a China (…). Instamos os EUA a revogar imediatamente essa decisão errônea. Se insistir em seguir esse caminho errado, a China reagirá com medidas firmes.”

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 30 comentários