ACESSE

EUA prendem dois acusados de ajudar na fuga de Carlos Ghosn

Telegram

Dois homens, Michael Taylor e seu filho, Peter, foram detidos nesta quarta, 20, nos EUA. Eles eram procurados pela Justiça japonesa desde janeiro, acusados de terem ajudado na fuga do empresário Carlos Ghosn do Japão em 2019.

Acusado de crimes fiscais, o brasileiro Ghosn, ex-CEO da Renault-Nissan, estava em prisão domiciliar no Japão.

Em dezembro, ele viajou clandestinamente de avião para a Turquia e, em seguida, para o Líbano, onde reside atualmente e tem cidadania.

Leia AQUI a reportagem da Crusoé.

Leia também: Crusoé: jornalismo de verdade não é para agradar aos poderosos

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Seja o primeiro a comentar