Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

EUA, sobre Bolsonaro na Cúpula da Clima: "Falta resolver muitos detalhes"

EUA, sobre Bolsonaro na Cúpula da Clima: “Falta resolver muitos detalhes”
Foto: State Department Photo by Ron Przysucha/ Public Domain

O governo dos Estados Unidos considerou que os “comentários” de Jair Bolsonaro na Cúpula de Líderes sobre o Clima nesta quinta (22) tiveram um “tom positivo e construtivo”, mas também entendeu que “falta resolver muitos detalhes”.

“Alcançar a neutralidade de carbono até 2050, 10 anos antes do compromisso anterior, é significativo, particularmente sem pré-condições”, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, em comunicado.

“Dobrar a quantidade de fundos disponíveis para a fiscalização também será crucial para eliminar o desmatamento ilegal”.

Porém, “[f]alta resolver muitos detalhes, e é justo perguntar a todos os países – os Estados Unidos, o Brasil e outros – como vamos alcançar nossos objetivos ambiciosos”.

Como mostramos, em seu discurso na manhã de hoje Bolsonaro reiterou a meta de reduzir as emissões em 43% até 2030, comparadas com os níveis de 2005.

Em números, é a mesma meta anunciada por Dilma em 2015. Acontece que o governo não atualizou a base de cálculo, o que na prática permite chegar a 2030 emitindo cerca de 400 milhões de toneladas de CO a mais do que o prometido por Dilma.

O Observatório do Clima chamou essa jogada de ‘pedalada de carbono’.

Leia tambémEspecialista diz que governo não conseguirá mudar imagem sem reduzir desmatamento este ano

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO