Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia diz se sentir ameaçada por Trump

Em depoimento público à Câmara dos Representantes, a ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia Marie Yovanovitch disse ter se sentido ameaçada por Donald Trump ao saber do conteúdo do telefonema que ele teve com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

De acordo com a transcrição oficial da conversa, Trump chamou a diplomata de “má notícia” que lidava com outras “más notícias” da Ucrânia. O presidente norte-americano ainda disse que “ela vai ter de encarar algumas coisas”.

“A ligação fez eu me sentir terrível. Depois de 33 anos trabalhando para o nosso país, não era dessa forma que eu queria encerrar minha carreira”, disse Yovanovitch.

Trump deu as costas a Bolsonaro (e ao Brasil)? NÃO. Saiba mais

As declarações da diplomata foram dadas no âmbito do processo de impeachment de Trump aberto pela Câmara dos Representantes. Os congressistas investigam se o republicano cometeu crime ao pedir ao presidente ucraniaco que investigasse Joe Biden, ex-vice-presidente e pré-candidato à Casa Branca em 2020, e o filho dele, Hunter.

Comentários

  • EDUARDO -

    Bolsos aqui exatamente iguais. O brasil está arruinado por eles. Pra proteger flavio o queiroz. Nao tem lava toga. Poderes nao se fiscslizam.

  • Cacos-de-vidros -

    Por falar no dieguito, a Veneza TÁ DEBAIXO D'ÁGUA e logo logo vai ser inverno na Itália... kkkkkkkk

  • Luciano -

    Oh dó, coitada!

Ler 4 comentários