ACESSE

Ex-prefeito de Lima é preso por pagamentos da Odebrecht e da OAS

Telegram

A Justiça peruana decretou hoje a prisão preventiva do ex-prefeito de Lima Luis Castañeda, acusado de ter recebido contribuições ilegais de campanha das construtoras brasileiras OAS e Odebrecht, informa o Estadão.

Castañeda, que governou a capital do Peru por dois períodos (2003 a 2010 e 2014 a 2018), é acusado de ter recebido ilegalmente US$ 480 mil da OAS e outros US$ 150 mil da Odebrecht para sua campanha à prefeitura em 2014.

A juíza María Álvarez, que decretou a prisão, negou o pedido da defesa do ex-prefeito para que ele cumprisse prisão domiciliar.

COMO ELE VIROU O VICE QUE BOLSONARO QUER. Saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 12 comentários