Ex-vice de Cristina Kirchner é condenado à prisão

O ex-vice-presidente argentino Amado Boudou foi condenado hoje a cinco anos e dez meses de prisão por crimes de corrupção. Cabe recurso.

Boudou foi o número dois de Cristina Kirchner, amigona de Dilma Rousseff e de Lula, entre 2011 e 2015.

O ex-vice foi considerado culpado por “corrupção passiva e negociações incompatíveis com a função pública” ao tentar adquirir, por meio de um laranja, uma empresa fabricante de papel-moeda e documentos públicos, relata a Folha.

Políticos de esquerda presos parecem estar se tornando uma tradição no continente.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 6 comentários