Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Executivos da Microsoft pediram que Gates parasse com emails "impróprios" a funcionária

Segundo The Wall Street Journal, o dono da empresa teria enviado as mensagens em 2007, quando ainda era casado com Melinda
Executivos da Microsoft pediram que Gates parasse com emails “impróprios” a funcionária
Foto: U.S. Dept. of Health & Human Services/Flickr

Executivos de alto escalão da Microsoft enviaram um comunicado ao dono da empresa, Bill Gates, pedindo que ele parasse de enviar emails “inapropriados” a uma funcionária, diz The Wall Street Journal.

A troca de mensagens teria ocorrido em 2007, enquanto ele ainda era casado com Melinda Gates. O casal anunciou o divórcio no último mês de maio.

Na época em que ocorreu o episódio, Gates ainda exercia funções em tempo integral na Microsoft.

Segundo o jornal, os e-mails convidavam a funcionária para um encontro fora da empresa, mas não tinham conteúdo “abertamente sexual”. A mulher não teria feito nenhuma queixa formal sobre o incidente.

As trocas de mensagens foram descobertas em 2008. O então conselheiro-geral Brad Smith e a então chefe de recursos humanos Lisa Brummel se encontraram com Gates e disseram que o comportamento era inapropriado.

O empresário teria admitido que não deveria ter enviado os emails e se comprometeu a parar.

A porta-voz de Gates disse ao jornal que as afirmações são falsos rumores reciclados de fontes que não têm conhecimento direto e, em alguns casos, têm conflitos de interesse significativos”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....