Êxodo de venezuelanos perturba vizinhos, afirma Temer

No encontro de hoje entre Michel Temer e Juan Manuel Santos, tanto o presidente brasileiro como o colombiano fizeram críticas à ditadura de Nicolás Maduro.

“Este êxodo venezuelano para o Brasil e para a Colômbia perturba os países da América Latina”, disse Temer –que, sem citar o nome do ditador da Venezuela, defendeu a participação política e a democracia no país.

Ontem mesmo, em Mucajaí –a 57 km da capital de Roraima, Boa Vista–, moradores expulsaram imigrantes venezuelanos de um abrigo e queimaram os seus pertences, informa a Folha.

Santos, por sua vez, fez um apelo para que Maduro aceite ajuda humanitária. “Não entendemos como [as autoridades venezuelanas] recusam este tipo de ajuda”, declarou.

Comentários

  • Melhor -

    Salvem os venezuelanos e queimem os baianos

  • Direto -

    Nao da pra entender como o governo que e sacaneado diuturnamente pelos petistas, nao usa este exodo venezuelano, para internacionalmente divulgar o que poderia ter acontecido ao Brasil se os peristas e seus puxadinhos rivessem ficado no poder total mais algum tempo!!!$

  • Reinaldo -

    Temos toda a obrigação de receber, o melhor possível e com todo o carinho, o povo venezuelano, nada de retaliação, todo esforça para ajudar. Dou dois motivos, primeiro, não existiria Chaves e, sem ele, Maduro, não tivéssemos votado irresponsavelmente e eleito Lula, que usou o dinheiro de nossos impostos para financiar a campanha e até o marqueteiro para elege-los. O segundo motivo é que seriamos uma grande Venezuela, não tivesse havido o impeachment, com o mesmo destino.

Ler 22 comentários