ACESSE

Explosão em Beirute destruiu principal silo de armazenamento de grãos do país

Telegram

O principal silo de armazenamento de grãos do Líbano foi destruído na explosão registrada na terça (4) na zona portuária de Beirute, disse hoje o ministro libanês da Economia, Raoul Nehme.

Com isso, o país ficou com o equivalente a menos de um mês em reservas de grãos, embora ainda haja farinha suficiente para evitar uma crise, afirmou o ministro.

Nehme declarou à agência Reuters que o Líbano precisa de reservas para ao menos três meses, para garantir a segurança alimentar, e que estava procurando outras áreas para armazenamento.

Pelo menos 135 pessoas morreram e mais de 5.000 ficaram feridas nas explosões de ontem. Equipes de resgate ainda procuram sobreviventes entre os escombros.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários