Fabricante alemã de arma que matou Marielle suspende exportação para o Brasil

A Heckler & Koch (H&K), fabricante alemã de armas, decidiu suspender a exportação de armamento para o Brasil.

Segundo o jornal alemão Taz, a Associação Críticos na Alemanha, que compra ações de empresas para cobrar respeito aos direitos humanos, questionou a H&K sobre a venda de armas para o Brasil em reunião na última quinta (27).

Um porta-voz da empresa respondeu que a situação política e a violência policial fizeram a H&K suspender a exportação das armas.

“Com as mudanças no Brasil, especialmente a agitação política de antes das eleições presidenciais e a dura ação da polícia contra a população, foi confirmada a decisão de não fornecer mais para o Brasil.”

Segundo a Polícia Civil do Rio, Marielle Franco morreu após ser atingida por disparos de uma HK MP5, uma submetralhadora de uso restrito no Brasil da empresa Heckler & Koch.

Em 2018, após a morte da vereadora, ganhou força a reivindicação de ativistas por controles mais severos para a exportação de armas.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 72 comentários
TOPO