Facebook e Twitter dizem que vão mostrar quem paga anúncio eleitoral

Nos EUA, executivos do Facebook, do Twitter e do Google prometeram divulgar com mais transparência quem paga por anúncios em suas redes sociais, especialmente em eleições, registra a Folha.

Os executivos falaram ao Congresso americano no segundo dia de audiências para discutir a alegada interferência da Rússia na eleição de 2016, por meio de “trolls” e robôs nas redes sociais.

Segundo Colin Stretch, advogado do Facebook, a rede quer prevenir abusos “globalmente”, não apenas nos EUA. “Temos todas as próximas eleições em foco”, afirmou Stretch.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 9 comentários
  1. Antas, nao posso falar do professor Olavo ou nao posso falar do mal do Fakebook? Por qual motivo cortaram meu comentario? So porque nao gosto das redes (in)sociais, que so servem pra bisbilhotar a vida dos outros? 😛

  2. Facebook, Twitter e Google? Nada que venha desses monstros corporativos pode ser coisa boa para o cidadão comum. Eles já escolheram um lado. Essas empresas foram tomadas por ideólogos e estão claramente a serviço do partido Democrata e da esquerda globalista em geral e vão jogar com todas as cartas para garantir que seu lado não perca mais, incluindo empurrar goela abaixo canais e notícias que favoreçam sua agenda (sabe aqueles vídeos esquerdistas que são “recomendados” para você o tempo todo no YouTube? Não estão lá à toa), suprimir visões discordantes nas buscas, espalhar mentiras como essa baboseira de “hackers russos” e “extrema direita”, além de censurar, censurar e censurar. Já passou da hora de alternativas competitivas surgirem a essas corporações.

  3. Acredito que os russos saibam muito bem criar empresas fantasmas como a petista VTPB para aprecer perante as autoridades (que dirá perante o Facebook).
    Por aqui, funciona que é uma beleza!

    1. Para de falar besteira cidadão. Quem será que irrigou, com suspeita a té de dinheiro de propina segundo a lava jato, os famosos blogs sujos da esquerda? Não foi a turma do pt? E quem será que artificializa a sua “popularidade” bombando suas redes com a ajuda de softwares big data e até mesmo compra, mesmo que legal, de seguidores? Seria um tucano? Bolsonaro é que não é. Ele conta com muito voluntariado, isso sim. E isso mata de inveja candidatos que mesmo com mega máquinas partidárias e municipais/estaduais, e com fortunas pessoais a sua disposição… não conseguem o mesmo resultado que Bolsonaro, que dia após dia explode em popularidade.