FDA: vacina da Johnson & Johnson é eficaz contra variantes do Brasil e África do Sul

FDA: vacina da Johnson & Johnson é eficaz contra variantes do Brasil e África do Sul
Foto: Tumisu/Pixabay

Na recomendação para aprovar o uso emergencial da vacina da Johnson & Johnson, feita nesta quarta-feira (24), a FDA observou que o imunizante tem eficácia contra as variantes brasileira e sul-africana do novo coronavírus. A informação é da AFP.

Contra casos graves da doença, a eficácia foi de 85,9% nos Estados Unidos, 81,7% na África do Sul, e 87,6% no Brasil.

“Embora uma eficácia média mais baixa tenha sido observada na África do Sul, onde houve uma predominância da linhagem B.1.3.5 durante o período de tempo deste estudo, a eficácia da vacina contra COVID-19 grave/crítica foi similarmente alta nos Estados Unidos, na África do Sul e no Brasil”, diz trecho da análise da FDA.

Ontem (23), em audiência no Congresso americano, um executivo da Johnson & Johnson disse que 4 milhões de doses estariam disponíveis assim que a FDA conceder autorização para uso emergencial. Um total de 20 de mihões de doses estariam prontos até o fim de março, chegando a 100 milhões até o fim de junho.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO