Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fernández acusa Macri de enviar armas à Bolívia; denúncia é falsa, diz ex-presidente

Promotoria argentina abriu investigação para apurar se governo de Mauricio Macri enviou armamentos que teriam sido usados para reprimir apoiadores de Evo Morales
Fernández acusa Macri de enviar armas à Bolívia; denúncia é falsa, diz ex-presidente
Foto: Marcos Corrêa/PR

O Ministério Público da Argentina abriu nesta sexta-feira (16) uma investigação para apurar um suposto envio de armas e munição feito pela gestão do então presidente, Mauricio Macri, à Bolívia em 2019, registra a Folha.

O material teria sido enviado depois de Jeanine Áñez tomar posse como presidente boliviana e usado para reprimir os apoiadores de Evo Morales, que havia acabado de renunciar à Presidência, em meio a acusações de fraude na eleição que lhe garantiria um quarto mandato.

Opositor de Macri e seu sucessor na Presidência, Alberto Fernández tem feito coro às acusações e chegou a pedir “desculpas” ao povo boliviano pelo suposto envio das armas —Fernández é aliado do esquerdista Evo, que abrigou na Argentina.

O ex-presidente afirmou ter enviado “material de apoio para a segurança da nossa embaixada em La Paz, e não armas para serem usadas contra os bolivianos”.

Macri disse ainda que a acusação contra ele é “perseguição política para desviar a atenção da situação econômica e sanitária em um período pré-eleitoral”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO