Foragido da Justiça, Correa anuncia candidatura a vice no Equador

Foragido da Justiça do Equador, Rafael Correa, queridinho da esquerda que presidiu o país de 2007 a 2017, anunciou nesta terça (18) que será candidato a vice-presidente nas eleições marcadas para fevereiro de 2021.

A intenção evidente de Correa é repetir a estratégia de Cristina Kirchner –que no ano passado, por medo de perder a eleição na Argentina, concorreu como vice de seu poste, Alberto Fernández, e ganhou.

Condenado a oito anos de prisão por corrupção e obstrução de Justiça, o ex-presidente teria de viajar da Bélgica, onde vive, até o Equador para oficializar sua candidatura. Se fizer isso, pode ser preso na chegada.

Mesmo sem que seu plano tenha ficado claro, Correa afirmou que pretende concorrer como vice na chapa do economista Andrés Arauz, de 35 anos.

Em sua gestão, o ex-presidente aprovou uma lei para que a reeleição no país fosse ilimitada. Mas ela foi derrubada por seu sucessor, ex-aliado e hoje inimigo político, Lenín Moreno.

Leia mais: CHEQUES DE QUEIROZ A MICHELLE BOLSONARO: O PRÓXIMO CAPÍTULO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários
TOPO