França, Itália, Mali e o comentarista da ESPN

Eu, Mario, liguei a TV, para assistir ao jogo Juventus x Milan, na ESPN. Antes da partida, tocaram a Marselhesa, para homenagear a França. Acabado o hino, muito aplaudido pelos italianos, um comentarista da emissora disse o seguinte:

“Muito bonito, mas eles também deveriam tocar o hino do Mali. Lá houve um massacre.”

Como adepto do princípio da reciprocidade, O Antagonista está esperando pelas manifestações populares de solidariedade à França e à Europa nos países muçulmanos, antes de concordar com o comentarista da ESPN.

Faça o primeiro comentário