ACESSE

Governo Trump barra depoimento de diplomata à Câmara

Telegram

O Departamento de Estado do governo americano proibiu que Gordon Sondland, embaixador dos EUA na União Europeia, prestasse um depoimento previsto para esta terça-feira no âmbito do processo de impeachment instaurado contra Donald Trump.

Segundo o advogado do diplomata, Robert Luskin, o embaixador está “profundamente frustrado” por não poder atender à convocação da Câmara dos Representantes dos EUA.

“No início desta manhã, o Departamento de Estado ordenou que o embaixador Gordon Sondland não comparecesse para seu depoimento agendado na Comissão Conjunta da Câmara dos Deputados”, anunciou o próprio Luskin.

Adam Schiff, chefe da Comissão de Inteligência da Câmara, disse que a decisão do governo Trump de barrar o depoimento “é mais uma evidência da obstrução” à investigação aberta pelo Congresso e será levada em consideração pelos deputados caso uma denúncia formal seja apresentada contra o presidente.

Na Crusoé, Ana Paula Henkel revela o grande escândalo da América. SAIBA TUDO

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários