Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo Trump classificou como 'secreto' sexo de cachorro de operações especiais

O governo Trump classificou como secretos os registros veterinários do agente canino Conan, que participou da operação na Síria que terminou na morte de Abu Bakr al-Baghdadi, líder do ISIS, em outubro de 2019.

A informação é da revista Vice. O repórter Freddy Martinez entrou na Justiça para que o Pentágono e o Comando de Operações Especiais atendam ao seu pedido via FOIA [Freedom of Information Act], a lei americana que inspirou a Lei de Acesso à Informação no Brasil.

Conan é um pastor-belga que serve à Força Delta, unidade de elite do Exército americano.

Em novembro, em cerimônia na Casa Branca, Trump se referiu a Conan repetidas vezes no masculino.

Fontes militares disseram a repórteres da ABC, da CBS e da Business Insider que Conan, na verdade, é uma fêmea. Porém, logo depois, voltaram atrás e informaram que Conan é um macho.

Os registros veterinários de Conan, que foram classificados como secretos pelo Comando de Operações Especiais, darão a resposta ao mistério.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO