Há uma lei

JP Coutinho falou à Época sobre a crise dos refugiados na Europa. O cientista político português sugere uma solução até simples, mas que segue sendo ignorada por uma Europa cada vez mais refém do politicamente correto.

Leiam o que foi dito à Época:

“Deve ser informado aos imigrantes que chegam à Europa que, se eles não quiserem respeitar o sexo feminino, ou se eles consideram que as mulheres que não usam burca ou véu são potencialmente infames, há uma lei e que a comunidade é regida pela lei. E que não é pelo fato de serem imigrantes e pertencerem a minorias que essa lei deixará de ser aplicada com justeza e com dureza. É exatamente isso que eu não vejo na Europa.”