ACESSE

Hackers russos tentam roubar pesquisas sobre vacina para COVID-19, diz NSA

Telegram

Hackers russos estão tentando roubar pesquisas sobre a vacina contra o novo coronavírus, de acordo com os governos dos EUA, Reino Unido e Canadá. A reportagem é do New York Times.

A NSA disse que o APT29, grupo de hackers conhecido como Cozy Bear (Urso Aconchegante) e associado à inteligência russa, tem aproveitado o caos da pandemia para atacar organizações de saúde e roubar informações sobre vacinas.

O Cozy Bear é um dos mais famosos e bem-sucedidos grupos de hackers associados ao governo russo. Ele e outro grupo conhecido como Fancy Bear (Urso Chique) invadiram os sistemas do Partido Democrata americano em 2016.

Os russos fizeram ataques a organizações dos EUA, Canadá e Reino Unido que pesquisam vacinas contra a COVID-19. Eles usam spear-phishing (e-mails fraudulentos destinados a pessoas específicas) e malware (programas maliciosos) para tentar acessar as informações.

O diretor de operações do centro britânico de cibersegurança, Paul Chichester, condenou o que chamou de “ataques vis contra aqueles que fazem trabalho vital para combater a pandemia do [novo] coronavírus”.

Os governos do Reino Unido e do Canadá afirmaram que é “quase certo” que o Cozy Bear seja parte dos serviços de inteligência da Rússia.

Foto: geralt/Pixabay

Leia mais: Gilmar Mendes x militares: conheça os bastidores do caso aqui.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários