ACESSE

Hong Kong derruba candidaturas pró-democracia para o Conselho Legislativo

Telegram

O governo de Hong Kong vetou hoje as candidaturas de 12 políticos pró-democracia que concorreria para o Conselho Legislativo, em eleições marcadas para setembro.

Os vetos, segundo o governo, foram feitos com base na nova lei de segurança nacional aprovada pela China.

O ativista Joshua Wong, um dos vetados, se tornou conhecido pela oposição a Pequim a partir de protestos que tomaram as ruas de Hong Kong desde o fim do ano passado.

“Eu acabei de ser desqualificado da disputa nas próximas eleições do Conselho Legislativo em Hong Kong, embora eu tenha o maior número de votos da [eleição] primária, com mais de 30 mil votos obtidos”, escreveu em uma rede social.

Neste mês, cerca de 600 mil honcongueses votaram nas primárias democratas para escolher os candidatos que tentaria reverter o cenário no Conselho, que é dominado por alinhados aos interesses do regime central da China.

Segundo Wong, o veto representa o interesse de Pequim em “manter a legislatura de Hong Kong sob seu firme controle”.

Leia mais: O estrago do plano do PGR sobre a Lava Jato

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários