Hong Kong tem mais um dia de protestos violentos contra lei de extradição

Telegram

Milhares de manifestantes voltaram às ruas nesta quarta-feira, em Hong Kong, em um dos dias mais violentos da onda de protestos contra o projeto de lei que prevê a extradição à China, para julgamento, de fugitivos e críticos do regime.

Segundo as agências de notícias internacionais, pelo menos 22 pessoas ficaram feridas após a forte repressão policial.

A oposição ao projeto vem levando centenas de milhares de manifestantes às ruas nos últimos dias. No domingo, Hong Kong assistiu à maior manifestação política em duas décadas.

O teste de resistência de Bolsonaro chegou antes do que se imaginava. SAIBA TUDO

Havia a expectativa de que o projeto de lei fosse debatido hoje pelo Conselho Legislativo — controlado por uma maioria alinhada a Pequim –, mas a votação deve ficar para o dia 20.

Comentários

  • Dug -

    Julgamentos na China comunista de fugitivos e críticos do regime devem ser com prisão perpétua ou bala na cabeça. E aqui é esse amorzinho todo com a bandidagem...

  • Carlos -

    Hong Kong já foi devolvida à China pelos ingleses em 1999, só não foi ainda totalmente integrada para não perder seu viés capitalista, muito importante para a China. Nada pode ser feito, só pro

  • OBSERVADOR🇧🇷 -

    Todos na Paulista de Mãos dadas cantando Imagine

Ler 17 comentários