Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Imposto mínimo mundial pode beneficiar Estados Unidos

Países ricos cogitam adotar um tributo planetário para multinacionais, com base nas receitas que elas obtêm nos diversos mercados
Imposto mínimo mundial pode beneficiar Estados Unidos
Foto: Casa Branca

Os países ricos discutem a adoção de um imposto mínimo mundial para as grandes empresas multinacionais, calculado com base nas receitas que elas obtêm nos diversos mercados em que operam, que seria cobrado pelos respectivos governos, diz a Crusoé.

A medida pode anular os benefícios dos paraísos fiscais, por exemplo. Joe Biden é um dos seus principais defensores.

“Além de tentar coibir os impostos criados pelos europeus, o governo dos Estados Unidos se beneficiaria com a instituição desse imposto mínimo em seu próprio território. Uma mudança na legislação americana poderia ainda facilitar a repatriação de lucros corporativos que hoje estão guardados no exterior, turbinando a arrecadação. De acordo com uma estimativa baseada em dados da OCDE, cerca de 30% do lucro das empresas multinacionais dos Estados Unidos são tributados no exterior.”

Leia mais aqui.

Leia mais: Guedes e seu ideário foram inteiramente soterrados pelos planos de sobrevivência política do presidente da República e da sua própria reeleição
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO