Indígenas convocam greve geral contra Moreno no Equador

Grupos indígenas convocaram uma greve geral em protesto contra o presidente do Equador, Lenín Moreno, nesta quarta-feira.

Movimentos ligados à Confederação das Nacionalidades Indígenas do Equador (Conaie) reuniram cerca de 6 mil indígenas nos arredores de Quito para pedir a renúncia de Moreno.

A manifestação bloqueou estradas e fez o comércio fechar em diversos pontos da cidade e em outras regiões do país.

Vários protestos têm sido registrados no Equador nos últimos dias, desencadeados inicialmente pela alta no preço dos combustíveis. Mais de 700 pessoas foram presas.

Comentários

  • Ryu -

    Entre indígenas e sindicatos eu fico com o presidente do Equador.....

  • ana -

    Massa de manobra..... Quem está por trás? Pergunta difícil......

  • CELINO -

    Só se for de fome . Oque seria ótimo, talvez morresse um montão de desocupados.

Ler 19 comentários