Insulto de Macron: primeiro-ministro da Itália cancela visita a Paris

Giuseppe Conte cancelou a visita que faria a Paris, depois de Emmanuel Macron insultar a Itália, porque o país fechou seus portos a imigrantes ilegais.

A decisão foi tomada porque Macron se recusou a pedir desculpas por ter chamado a Itália de “cínica” e “irresponsável”.

Macron comporta-se como um menino mimado.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 30 comentários
  1. Acho que se eu tentasse ir para Europa nem consigo visto ou sou barrado e chutado de qualquer aeroporto. Enquanto que radical islâmico é recebido de braços abertos. Pelo menos até agora!

  2. Onde está Mário Sabino?? Que tantas vezes escreveu que Macron é MAGNÍFICO. Será que agora perceberam que aquela imagem de: “Macron representa uma nova política, um novo tipo de direita liberal” era tudo MENTI Era apenas propaganda. Madson é a a esquerda, os socialistas de sempre, mas que perceberam a dificuldade em eleger um socialista depois do fiasco do Hollande, então resolveram mudar um pouco o discurso, deixando mais moderno, mais conveniente.
    Macron é mais um adepto do globalismo. Por isso ele gosta tanto de imigração ILEGAIS.

  3. Macron acha que a Italia deve aceitar e abrigar imigrantes ILEGAIS!!!. Dai o politicamente correto manda que se de moradia digna, saude e educação para a familia. Dai o imigrante resolve ter uns 10 filhos cada familia, e claro, quem vai arcar com todo esse custo é o pais que os abrigou, e a população que apos gerações conseguiu atingir um equilibrio e estado de bem estar social (ja era né). Dai eles começam a reclamar que são discriminados porque moram na periferia e não são c.e.o de nenhuma grande empresa, exigem serem educados na lingua nativa…..e as exigencias não acabam nunca. E´ um absurdo o que a Europa politicamente correta esta fazendo com seus proprios cidadão. Cobrar que cada um resolva seus problemas em seus proprio paises ninguem quer.

  4. O Macron era um conhecido pró-Soros, pró-imigrantes, pró-muçulmanos mesmo assim a França votou nele! A Italia finalmente decidiu cair fora do prejuízo. Manda para a França e Alemanha!

  5. Que novidade, hein!? O menino de ouro saído do berço socialista dos burocratas e banqueiros europeus (todos eles socialistas porque sabem que o Estado têm tetas grandes e apetitosas) é um “mimado”!
    Quando vocês, Antas, descobrirem que os burocratas de Bruxelas são uns canalhas e a União (Soviética) Europeia é um lixo, avisem-nos, viu!?

  6. É fácil resolver isso, basta só a guarda costeira italiana criar um corredor de apoio, direcionando todas as embarcações de refugiados até a costa francesa, lá existem ótimas cidades francesas prontas para receber esse povo, tem Nice, tem Marselha, tudo tão chique, tudo tão perto.

  7. Este Macron é um imbecil, herói fabricado da noite para o dia pela imprensa politicamente correta, tal qual fizeram com Obama que foi agraciado com um Nobel da paz antes mesmo de ser empossado. A maioria destes refugiados vem de ex colonias francesas ,exploradas por seculos e que ainda tem governos títeres para permitir que a França continue explorando seus recursos naturais. Lixo

  8. Macron é uma biba politicamente correta.
    A França foi atropelada na 1ª e na 2ª Guerras Mundiais, por causa da falta de firmeza de seus Governos.
    A Europa está sendo invadida por terroristas muçulmanos, disfarçados de imigrantes.
    A França já está dominada por causa de homens com baixíssima testosterona, como Hollande e Macron.
    A Itália tem pleno direito de mandar a França se recolher a sua insignificância Estratégica.