“Investigarán a Mujica”

A Câmara dos Deputados do Uruguai aprovou a criação de uma comissão de inquérito para apurar irregularidades no contrato para a construção de uma central de extração de gás, operada pela empresa de energia GNLS, sociedade criada pela filial brasileira da francesa Gaz de France (atual Engie) e pela japonesa Marubeni e que contratou a OAS para as obras.

Faça o primeiro comentário