Irã nega morte de número dois da Al Qaeda

Irã nega morte de número dois da Al Qaeda
Foto: Reprodução

O Irã negou neste sábado que o terrorista Abdullah Ahmed Abdullah, considerado o número dois da Al Qaeda, foi morto em agosto no país por forças de Israel.

A morte foi noticiada pelo jornal The New York Times e não ainda foi confirmada por meios oficiais.

Em um comunicado, o governo iraniano acusou os Estados Unidos e Israel de vazarem “informações falsas para a mídia a fim de evitar a responsabilidade pelas atividades criminosas desse grupo e de outros grupos terroristas na região”.

Fontes do jornal americano disseram que o terrorista foi morto por homens ligados a Israel e com o apoio dos Estados Unidos. Segundo disseram, ele foi baleado nas ruas do Teerã há três meses.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários
TOPO