Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Irlanda: situação no Afeganistão é "extraordinário fracasso político"

Embaixadora irlandesa na ONU em Nova York diz que prioridade agora é defender direitos das mulheres e meninas
Irlanda: situação no Afeganistão é “extraordinário fracasso político”
Reprodução/ONU/YouTube

A embaixadora da Irlanda na ONU, Geraldine Byrne Nason, chamou nesta segunda (16) a situação no Afeganistão de “fracasso político” e disse que a prioridade são os direitos de mulheres e meninas.

“Um extraordinário fracasso político, mas também uma crise de segurança e humanitária, que está se desenrolando”, disse Nason, em coletiva de imprensa, minutos antes de uma sessão do Cosnelho de Segurança.

“A prioridade em minha mente enquanto me dirijo a essa mesa são as pessoas vulneráveis deixadas em terra, em Cabul, por todo o Afeganistão, e particularmente mulheres e meninas”, acrescentou.

“Minha intenção nesta manhã é garantir que o Conselho de Segurança expresse solidaridade com as mulheres e meninas cujo futuro agora está em dúvida. Sabemos que há incerteza política. O que não podemos fazer é ignorar que os direitos humanos e os direitos fundamentais, particularmente de mulheres e meninas, sejam revogados de qualquer forma agora, vamos falar às mulheres do Afeganistão”.

Neste ano, os membros rotativos do Conselho de Segurança são Estônia, Índia, Irlanda, México, Níger, Noruega, Quênia, São Vicente e Granadinas, Tunísia e Vietnã. Cada membro rotativo serve um mandato de dois anos.

Os membros permanentes, com poder de veto, são Estados Unidos, Reino Unido, França, Rússia e China.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO