Irmão de Macri nega pagamento de subornos

Gianfranco Macri –irmão de Mauricio, presidente da Argentina– depôs ao juiz federal Claudio Bonadio hoje e negou ter feito pagamentos de suborno para a construção de estradas, informa o Estadão.

Bonadio incluiu o irmão e o pai do presidente na investigação sobre uma rede de corrupção.

No caso, dezenas de empresários são suspeitos de terem pago subornos milionários a funcionários dos governos de Néstor e Cristina Kirchner para obter contratos nas áreas de infraestrutura e transportes.

O juiz já pediu mais de uma vez a prisão de Cristina –que, por hoje ser senadora, desfruta de imunidade parlamentar.

Comentários

  • Linhares -

    Essa é a direita liberal que está terminando de destruir a economia argentina. Guedes não difere em nada dessa gente.

  • Jose -

    PTbas e kirchneristas são a mesma coisa!!!

Ler 2 comentários