Japão executa terrorista que matou 13 em 1995

O Japão executou hoje Shoko Asahara, líder da seita responsável pelo ataque com gás sarin que deixou 13 mortos no metrô de Tóquio em 1995, informa a imprensa do país asiático.

O atentado, que também feriu milhares de pessoas, é considerado o pior da história do Japão. Outros integrantes da seita Aum Shinrikyo também serão executados pelo crime.

A execução da pena de morte foi adiada até todos os recursos dos condenados se esgotarem, o que ocorreu em janeiro deste ano.

 

Comentários

  • Baal -

    👏👏👏👏👏

  • Carmencita -

    Bom. Mas muito demorado.

  • Renato -

    Parabéns ao japão. Entenderam como se resolver o problema do Rio de janeiro.

Ler 54 comentários