Jornalista crítico de Putin é assassinado na Ucrânia

Telegram

O jornalista russo Arkady Babchenko, 41, foi encontrado morto a tiros dentro de seu apartamento em Kiev, a capital da Ucrânia.

Conhecido por suas críticas severas às políticas de Vladimir Putin, Babchenko tinha servido o Exército nos anos 90 e escrevia sobre assuntos militares para vários veículos russos.

Ele deixou a Rússia em fevereiro do ano passado, dizendo sofrer ameaças e ter medo de ser preso, para trabalhar como apresentador em um canal de TV ucraniano.

Comentários

  • João -

    Fake news! Russofobia!

  • Rafael -

    O morto-vivo está mais vivo que a corrupção no Ladrãosil.

  • Maglu -

    Acaba de sair no noticiário europeu: o jornalista não foi morto!. Foi tudo um "teatro" preparado pela polícia da Ucrânia para pegar os homens (agendados pelo governo russo) que tinham a missão de matar mais de 30 pessoas na Ucrânia: políticos, jornalistas, homens de negócio.

Ler 39 comentários