Jornalistas expulsos por Maduro chegam aos EUA

O jornalista Jorge Ramos e a equipe da Univisión, principal emissora hispânica dos EUA, chegaram a Miami após terem sido retidos por mais de duas horas no palácio do governo da Venezuela, quando entrevistavam Nicolás Maduro.

“Imaginem o que não fazem com jornalistas venezuelanos”, afirmou Ramos aos repórteres que o aguardavam.

Segundo ele, o ditador se irritou porque a equipe da Univisión mostrou a ele um vídeo em que jovens aparecem comendo lixo.

Maduro se levantou e deixou a entrevista; logo depois disso, os repórteres foram retidos e seu equipamento, confiscado.

“Nunca pensei que Maduro fosse se levantar de uma entrevista, depois nos deter por mais de duas horas e pior, roubar nossa entrevista”, disse Jorge Ramos.

“Se Maduro não é tão covarde, se tem coragem de dar a cara, que mostre a entrevista completa. Ninguém vai editá-la”, acrescentou.

Comentários

  • Freedom -

    Democracia até demais é assim mesmo. Lula conhece bem.

  • Beth -

    bobinho.... não precisa de TV, todo mundo tem celular....

  • Regildo -

    Não há dúvidas: a Venezuela tem excesso de democracia!

Ler 20 comentários