ACESSE

Juíza proíbe novo confinamento na Catalunha

Telegram

A Justiça da Espanha considerou inconstitucional o novo confinamento de quase 200 mil pessoas na Catalunha, como forma de evitar o avanço do novo coronavírus.

“O que é proposto hoje vai muito além de uma simples limitação de movimento e afeta seriamente os direitos reconhecidos constitucionalmente”, disse a juíza Elena Garcia-Munoz na decisão.

Como mostramos ontem, as autoridades de Lleida, no nordeste da Espanha, ordenaram a volta do isolamento.

A região já havia sido isolada das demais da Espanha na semana anterior.

Garcia-Munoz, na decisão, deixou apenas uma restrição: os catalães de Lleida só poderão deixar a cidade com autorização prévia.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários