Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Justiça da Rússia exclui de eleições entidades ligadas a opositor de Putin

Organizações ligadas a Alexey Navalny foram declaradas 'extremistas' e impedidas de participar de eleições; oposicionista, que foi envenenado em agosto do ano passado, continua preso
Justiça da Rússia exclui de eleições entidades ligadas a opositor de Putin
Foto: Reprodução/redes sociais

A Justiça da Rússia declarou nesta quarta-feira (9) que as organizações ligadas a Alexey Navalny, o mais conhecido opositor do presidente Vladimir Putin, são “extremistas”, informam as agências internacionais.

Com isso, essas entidades e seus membros ficarão proibidos de participar como candidatos independentes nas eleições parlamentares de setembro.

A medida é mais um episódio da dura perseguição judicial contra os aliados de Navalny, funcionários de suas organizações, seus apoiadores e até mesmo seus doadores. Agora, eles poderão enfrentar sentenças de mais de dez anos de prisão.

O próprio oposicionista está preso —e, no ano passado, chegou a entrar em coma induzido depois de ter sido envenenado.

O advogado responsável pelo caso, Ivan Pavlov, anunciou que apelará ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
TOPO