Lava Jato irrita Humala

O presidente peruano, Ollanta Humala, rechaçou as informações do relatório da Operação Acarajé com indícios de que a Odebrecht lhe repassou R$ 4,8 milhões.

Humala chegou a convocar o embaixador em Lima, Marcos Raposo Lopes. O peruano já é alvo no Equador de denúncias de que recebeu US$ 400 mil da Odebrecht na campanha de 2006.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200