ACESSE

Macron deve obrigar uso de máscaras após 'sinais' de volta da Covid-19 na França

Telegram

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou hoje que avalia tornar obrigatório o uso de máscaras em todos os locais públicos fechados, para conter uma nova onda da Covid-19.

Hoje, a França obriga o uso das máscaras no transporte e em áreas públicas, onde não é possível manter distância social.

Segundo Macron, a medida é importante porque há “sinais” de volta da Covid-19 no país.

“Saímos de um primeiro pico [da pandemia]. Todo país se mobilizou, e temos os resultados, já que conseguimos conter o vírus e recuperar uma vida quase normal (…). Agora, há indícios [de que] isso volta a se acelerar. Temos sinais de que recomeça um pouco. A melhor proteção são os gestos de barreira.”

A Covid-19 matou 30 mil pessoas da França e deixou cerca de 200 mil infectados. Em julho, houve ligeira alta nos novos casos. A média diária é de 1.400, sendo que, em junho, os números ficaram quase sempre abaixo de mil por dia.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 7 comentários