Macron: “Respeitamos a soberania”

Como publicamos, Emmanuel Macron disse neste domingo que o G7 concordou em ajudar os países atingidos pelas queimadas na Amazônia.

O presidente francês comentou ainda sobre a necessidade de recuperar as áreas afetadas e disse respeitar a soberania nacional dos países afetados.

“Respeitando a soberania, nós devemos ter um objetivo de reflorestamento. A importância da Amazônia para esses países e para a comunidade internacional é tão grande em termos de biodiversidade, oxigênio e luta contra as mudanças climáticas, que precisamos proceder o reflorestamento”, afirmou.

Na semana passada, Macron afirmou que “nossa casa queima”, em referência a Amazônia, e disse que Jair Bolsonaro havia mentido sobre a disposição de respeitar tratados internacionais.

Macron jogou para a plateia interna, agricultores entupidos de subsídios que não querem saber de acordo entre UE-Mercosul e jovens esquerdistas,  mas a sua performance teatral-ecológica, não colou no G7 e na Europa que conta.

Comentários

  • Emerson -

    Teve um foguinho em 2017 que os bombeiros franceses não conseguiram apagar, mesmo recebendo ajuda de outros países vizinho, o que este ser que economiza água em banho pode oferecer de ajuda de fato

  • mineiríssimo -

    Este cara e um falastrão mentiroso. Devia se calar-se. Se contradiz a cada momento. Um perfeito idiota. De Gaulle deve estar se contorcendo em seu túmulo.

  • Rômulo -

    🇧🇷 Macron quarda teu dinheiro para o esgoto em que virou Paris com a ajuda de Macron. 🇧🇷 São dois milhões de muçulmanos dentro de Paris a maioria desempregados e mais da metade nas ruas

Ler 112 comentários