Mais 18 armas achadas na casa do autor do massacre

O xerife Joe Lombardo está dando entrevista coletiva sobre o massacre em Las Vegas neste momento.

Segundo Lombardo, foram encontrados explosivos, milhares de cartuchos de munição e outras 18 armas na casa de Stephen Paddock, autor da matança.

19 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. continua 2…
    Além do mais, se o tal Paddock, quando se hospedou no hotel na 5ªF passada, tivesse levado 8 ou 10 armas para o quarto , imagino que – durante estes dias todos, qualquer camareira teria dado algum alarme, não? Todas elas, queiramos ou não, são sempre bastante bisbilhoteiras.
    Outro aspecto estranho foi o ISIS assumir o atentado e, logo em seguida, o FBI desmentir. Tem um “coelho” bem grande nessa cartola.
    Tem lógica, não?

  2. Retransmitindo de fonte “EXPERT” no assunto:
    Las Vegas ….
    Para discussão:
    Quem quer que seja que tivesse a intenção de fazer essa desgraça de ontem no show em Las Vegas teria levado apenas uma arma e vários carregadores de munição. No máximo talvez, prevendo uma falha mecânica, levaria uma outra arma.
    A Imprensa comenta que foram encontradas de 8 a 10 armas no apartamento. Coisa que até então não foi comprovada/apresentada.
    Se buscarmos no Youtube os maluquetes americanos que gostam de literalmente “derreter” armas, constataremos que – com carregadores do tipo banana de 30 tiros, um AK-47 é descarregado em 6-7 seg; um M-16 em tempo um pouco menor: 5 seg.
    Os noticiários locais afirmam que a primeira serie de disparos durou aproximadamente 18,0 seg, houve um intervalo de 12,0 seg., e, veio a segunda sequência de tiros com quase 20,0 seg.
    Quem viu os noticiários perceberá que, nas duas sequências de disparos, NÃO há intervalo para remuniciamento das armas. As rajadas são continuas. E mais, se prestarmos atenção no audio dos vídeos, é perceptivel o uso simultâneo de calibres distintos em cada uma das sequências de tiros. continua….

  3. .
    Onde é exatamente essa casa?
    .
    O governo vagabundo não divulga o filme ou a foto do terrorista, o nome verdadeiro, onde mora, quem são os pais ou filhos, parentes e vizinhos. Não entrevistam ninguém, como se fossem fantasmas que estão atacando em todos os cantos.
    .
    Querem nos enfiar goela abaixo que nada disso foram atitudes orquestradas. Nos passam fotos de gente que niguém conhece, não se sabe onde mora, é o caso da coreana “mulher” do terrorista.
    .
    Enganam a população o tempo todo.
    .
    Se um dos mortos fosse seu parente, você, que lê, não queria saber quem matou, a origem de toda a história, quem são os criminosos?
    .
    Ah sim, se fosse com você, queria. Mas a população está mesmo virando zumbi, achando que como é com os outros, não há importância. Mas, desse jeito, um dia chegará a nossa vez.
    .

  4. O problema não é ter ou não simpatia por armas.
    O problema é impedir o direito de se ter uma arma, se quiser,
    para própria defesa. Acredito que seja uma questão de equilíbrio.

    1. Não há dúvida de que se houvesse desarmamento também nos EUA haveriam as mesmas chances de crimes de morte iguais a este, pelo simples fato de que em nosso próprio país, tendo sido desarmado o cidadão de bem por lula e sua quadrilha, o número de mortos por armas de fogo ser muito maior do que em qualquer lugar do planeta.

  5. Papo furado.
    Alguém já viu num ataque desta magnitude, com tantos mortos, não existir nenhum vídeo com os mortos ou um mar de sangue?

    Apenas mais um ataque de falsa bandeira para desarmar a população.

  6. A coisa vai começar a feder para o lado do FBI, está muito estranho com todos esses dados, os fatos estarem relacionado a um simples doido local que teve seu dia de fúria. Porque a pressa do FBI em afirmar que o atentado não tinha qualquer ligação com terrorismo e principalmente o terrorismo islâmico, não lhes pareceu uma afirmativa prematura de um órgão que deveria antes investigar para depois saírem por ai dando declarações à imprensa ávida de falar que não havia nada ligado ao ISIS?